Blog: GeOnline
Você está vendo a Turma 2010 - Ver outros anos

GeOnline Blog: GeOnline
Filippo (B-6), Georgio (B-8)
Maurício (B-14), Paloma (B-17), Yasser (B-28)

Estátua de Zumbi é pichada antes de conclusão do trabalho de restauração
Por Yasser (B-28) - quinta, 18 de novembro de 2010, às 11:47:07
Categoria: Postagem Livre

Menos de uma semana depois de voltar restaurada ao ponto na Praça Onze, no Centro do Rio, a estátua de Zumbi de Palmares amanheceu pichada nesta quinta-feira (18). O monumento foi recolocado na praça no último domingo (14) e a previsão de conclusão do trabalho de restauração estava marcada para sexta-feira (19).

De acordo com a Secretaria de Conservação Serviços Públicos, uma equipe técnica especializada vai ao local ainda nesta manhã para remover as pichações. O objetivo é deixar o monumento livre do vandalismo para as celebrações do Dia Nacional da Consciência Negra, no dia 20.


link: http://g1.globo.com/rio...e-restauracao.html

___________________________________________________________

Apenas um breve comentário: é lamentavel como o racismo ainda impera na sociedade contemporânea.


Lido 515 vezes   Comentários (0)
 
 
Operação da PF contra tráfico cumpre mandados em quatro estados
Por Yasser (B-28) - quarta, 17 de novembro de 2010, às 12:13:33
Categoria: Postagem Livre

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (17) mandados de prisão e de busca e apreensão em quatro estados – São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais – para desmantelar uma quadrilha formada por brasileiros, colombianos, bolivianos e europeus, baseada na capital paulista, especializada no tráfico internacional de entorpecentes.

As investigações da Operação Deserto começaram há 18 meses e contaram com a cooperação de organismos policiais de países da América do Sul e Europa. A PF cumpre 50 mandados de prisão temporária, com prazo inicial de 30 dias, e mais 38 mandados de busca e apreensão.

Durante as investigações, 21 pessoas foram presas em flagrante e foram apreendidos 2.355 quilos de cocaína; produtos químicos e maquinários destinados à preparação e adulteração de drogas; armas e munições, incluindo armamento bélico – dez granadas anti-tanque; 33 veículos; uma aeronave avaliada em R$ 250 mil; e aproximadamente R$ 500 mil.

Segundo a Polícia Federal, a droga vinda da Bolívia era enviada para a Europa e África. O produto também era, em menor escala, distribuído no Brasil


Grupo coordenado

Durante as investigações, foi verificada a existência de quatro células que, de maneira permanente e coordenada, articulavam-se na tentativa de garantir o sucesso da empreitada. A primeira célula é formada pelos fornecedores da cocaína na Bolívia, local de armazenamento até que houvesse a remessa para o Brasil. Dois irmãos colombianos residentes em Santa Cruz de La Sierra atuavam intensamente nessa fase, segundo a PF.

A segunda célula é constituída pelos compradores da droga, traficantes brasileiros e estrangeiros, com atuação concentrada nos grandes centros, especialmente na cidade de São Paulo. A terceira célula coordenava os negócios do grupo no Brasil e tinha como gerente um advogado que trabalhava como assessor parlamentar na região de São José do Rio Preto, no interior paulista. O suspeito seria, segundo a polícia, homem de confiança dos irmãos colombianos que chefiam o grupo.

A quarta célula seria integrada pelos intermediários, formando uma rede de colaboradores, que atuavam no transporte aéreo e terrestre da cocaína e na guarda do entorpecente antes da entrega aos compradores.

Os presos serão indiciados, de acordo com suas participações, pelos crimes de tráfico internacional de cocaína, precursores químicos e maquinários destinados à preparação e adulteração da droga; associação para o tráfico; financiamento do crime de tráfico; e tráfico internacional de arma de fogo de uso restrito.

link: http://g1.globo.com/sao...-4-estados.html


Lido 518 vezes   Comentários (0)
 
 
Governo do Equador confirma oito mortos em protestos policiais
Por Yasser (B-28) - sábado, 02 de outubro de 2010, às 01:30:42
Categoria: Postagem Livre

O governo equatoriano confirmou nesta sexta-feira (1) que oito pessoas morreram durante a revolta policial do dia anterior, que terminou com um confronto entre as forças de segurança e os militares que resgataram o presidente Rafael Correa do hospital em que estava retido.

O Ministério da Saúde informou em comunicado a morte de dois policiais e de seis civis durante os protestos de policiais para defender o pagamento de bônus e benefícios.

Os dois policiais e um civil morreram no confronto em Quito. Os outros cinco morreram em Guayaquil pelo violência em atos criminosos registrados ao longo do dia.

As Forças Armadas informaram a morte de um soldado nos enfrentamentos, segundo a mídia local, mas o governo não confirmou o falecimento.

A entidade também afirmou que 274 pessoas ficaram feridas, das quais 25 estão em estado grave. O governo declarou três dias de luto nacional pelas pessoas que morreram.

Policiais e militares se enfrentaram em um tiroteio que foi transmitido ao vivo por canais de televisão privados durante a operação militar para resgatar o presidente Correa do hospital da polícia.

O mandatário ficou retido no lugar depois de ser vaiado por manifestantes, que lançaram contra ele gás lacrimogêneo após tentar mediar uma solução ao conflito no quartel tomado pelos policiais em protesto.


link: http://g1.globo.com/mun...policiais-1.html


Lido 541 vezes   Comentários (0)
 
 
Ministros do STF querem sair do impasse, diz relator sobre ficha limpa
Por GeOnline - segunda, 27 de setembro de 2010, às 23:16:24
Categoria: Postagem Obrigatória

O relator do recurso do ex-candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, afirmou nesta segunda-feira (27) que os ministros querem buscar uma solução para o empate, em 5 votos a 5, resultado do julgamento sobre o registro de Roriz e a validade da Lei da Ficha Limpa.

“Todos nós ministros queremos é sair desse impasse. Vamos ver que fórmula encontraremos de saída desse impasse. Vamos aguardar. O importante é que vamos sair do impasse”, afirmou Ayres Britto. O julgamento será retomado nesta quarta-feira (29).

Barrado pela ficha limpa pelo Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Roriz recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF). Após dois dias de sessão, a votação sobre o registro de candidatura de Roriz e a validade da ficha limpa terminou empatada e o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, decidiu interromper o julgamento.

Quatro vezes governador do DF, ele foi impugnado porque renunciou ao mandato de senador, em 2007, para escapar de um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética do Senado. A Lei da Ficha Limpa veta candidatura de políticos condenados em decisões colegiadas ou que tenham renunciado a mandato eletivo para escapar de cassação.

Diante da indefinição do STF, na última sexta-feira (24), Roriz desistiu de concorrer e o partido anunciou como substituta a mulher dele, Weslian Roriz. Com a desistência de Roriz, para alguns ministros do STF, o recurso teria perdido o objeto e deveria ser arquivado.

Entre as alternativas para solucionar o impasse, já rejeitada por Peluso, seria o voto de desempate do presidente do STF, que durante o julgamento se posicionou a favor do registro de Roriz e contra a aplicação da ficha limpa.

Segundo o relator do caso, o chamado voto de qualidade – que desempataria o julgamento – não precisaria necessariamente seguir a mesma linha já demonstrada por Peluso.

“Se ele [Peluso] tiver direito aos dois votos, o voto de qualidade obedece a outros parâmetros. Ele pode descoincidir com o voto de quantidade. Então ninguém estranhe se, por exemplo, ele decidir votar e votar numa outra direção”, disse Ayres Britto.

Outra saída seria aguardar a nomeação de um novo ministro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Desde agosto, quando Eros Grau se aposentou, o plenário está com 10 titulares. Além disso, há ministros que defendem a manutenção do entendimento do TSE, segundo o qual a ficha limpa vale para este ano.

Validade
Em visita ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), nesta segunda-feira, o ministro do STF e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou a defender a validade da ficha limpa para estas eleições.

Lewandowski disse que, enquanto não houver a nomeação do novo ministro do STF, “esse impasse continuará valendo”.“A jurisprudência do TSE é amplamente majoritária no sentido de que a lei vale para essas eleições e que se aplica a fatos pretéritos. Esse entendimento prevalece até que o Supremo eventualmente o modifique. É importante assinalar que até o momento essa lei não foi considerada inconstitucional, não foi derrubada no STF. A constitucionalidade está confirmada por seis a quatro. Se o novo ministro for contra, no máximo teremos seis a cinco, ou seja, não tem como ser considerada inconstitucional”, disse o presidente do TSE.


link: http://g1.globo.com/esp...re-ficha-limpa.html

__________________________________________________________

COMENTÁRIO:

A criação do Ficha Limpa, à primeira impressão, significou uma pontada de esperança para a população do terceiro pais mais corrompido do mundo. A promessa de uma nova era, em que políticos de idoniedade duvidosa fossem afastados de nosso Poder, chegava, á grosso modo, permear o meio onírico.

Porém, como sempre no Brasil, apresentou-se um empecilho para a concretização do projeto: o próprio homem. As indecisões quanto aos votos apenas demonstram como os politicos se preocupam com a descoberta de suas meticulosas atitudes corruptas e como estas ultimas são reais e inerentes à nosso governo.

Será que esse país tem jeito?  


Lido 550 vezes   Comentários (0)
 
 
Liberdade de imprensa tem sido atacada no Brasil, diz Serra
Por Yasser (B-28) - domingo, 26 de setembro de 2010, às 22:26:16
Categoria: Postagem Livre

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou neste domingo (26), durante desembarque no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ), que a liberdade de imprensa tem sido atacada no Brasil.

“Não há país democrático no mundo sem uma imprensa livre, e a imprensa no Brasil tem sido assediada. A liberdade de imprensa no país tem sido atacada. Todos os que lutam pela democracia devem lutar pela liberdade de imprensa”, disse Serra, em alusão às declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticando veículos de imprensa nos últimos dias.

Serra também falou sobre o recente apoio do jornal "O Estado de São Paulo", que, em editorial neste domingo (26), afirmou apoiar a candidatura de Serra. “Eu agradeço esse apoio, pois é um reconhecimento a todos os meus anos de trabalho na vida pública”, disse.

Ele não quis comentar, porém, sobre a entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, ao jornal britânico Financial Times, em que admitiu a vitória de Dilma Roussef, do Partido dos Trabalhadores (PT). “Não foi assim”, disse Serra, para depois emendar: “Pergunte a ele [a Fernando Henrique Cardoso]".

O presidenciável também declarou que, nesta reta final de campanha, pretende “continuar trabalhando, como sempre, e encontrando com o povo, como sempre”. Afirmou ainda que, nesta segunda-feira (27), Dia Nacional do Idoso, “é preciso lembrar daqueles que construíram o Brasil, que estão esquecidos”. “Eu pretendo aumentar em 10% o valor das aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que é o dobro da correção que o governo dá hoje em dia”, reafirmou.


link: http://g1.globo.com/esp...il-diz-serra.html


Lido 550 vezes   Comentários (0)
 
 
  Próxima Página >>