Blog: Geografia_da_vida
Você está vendo a Turma 2013 - Ver outros anos

Geografia_da_vida Blog: Geografia_da_vida
Giovana (C-7), Guilherme (C-10)
Monique (C-20)

Brasil,um país de todos?
Por Geografia_da_vida - quinta, 07 de novembro de 2013, às 17:00:54
Categoria: Postagem Obrigatória

Acesso da Avenida 23 de Maio,São Paulo,SP.Brasil,onde homem e lixo dividem o mesmo espaço.
Lido 381 vezes   Comentários (0)
 
 
Mesmo com veto da Justiça, Haddad sanciona aumento do IPTU
Por Guilherme (C-10) - quarta, 06 de novembro de 2013, às 14:07:27
Categoria: Postagem Livre

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), publicou nesta quarta-feira, 6, no Diário Oficial, a lei que a aumenta em até 35% o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em 2014 mesmo após o juiz Emílio Migliano, da 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital, deferir uma liminar no fim da tarde de terça-feira, 5, impedindo a imediata sanção do projeto.

Em agenda no Conjunto Habitacional da Água Branca, na zona oeste da capital, Haddad disse que sancionou a lei porque até agora a Prefeitura ainda não foi notificada da decisão da Justiça. "Até o presente momento não fomos informados oficialmente da decisão, mas quando formos informados, como a decisão prejudica a metade mais pobre da cidade, vamos recorrer", disse o prefeito.

Para o promotor de Habitação e Urbanismo Maurício Ribeiro Lopes, autor da ação que resultou no impedimento do reajuste do IPTU pela Justiça, a Prefeitura descumpriu uma determinação da Justiça. "É desarrazoado a Prefeitura ter feito a sanção desta lei sabendo que havia uma liminar desde o final da tarde de ontem impedindo o ato. O que deve ser feito é a Câmara fazer uma nova sessão para votar o projeto respeito o rito do Legislativo", disse Ribeiro Lopes.

Na decisão, o juiz usou os argumentos apresentados pelo Ministério Público, segundo o qual a sessão da Câmara Municipal que aprovou na semana passada o aumento do IPTU em 2014 de até 20% para residências e até 35% para comércio e indústria descumpriu o regimento interno por não ter sido incluída na ordem do dia e por ter ocorrido antes da realização de uma audiência pública.

A manobra foi feita pela base de Haddad para conseguir aprovar a lei. Na sessão, 29 vereadores votaram a favor, apenas um a mais do que o mínimo necessário, e 26 foram contra. "Por volta das 20h de ontem (terça) todo noticiário já dava a notícia da liminar. Tenho certeza de que o prefeito, advogado que é, vai fazer uma releitura do que publicado hoje e respeitar a ordem judicial", disse o vereador José Police Neto (PSD), que votou contra.

Pela manhã, Haddad disse que "o Diário Oficial tem hora para fechar" e que até agora a Prefeitura não foi notificada da decisão. "A imprensa soube antes do que a própria Prefeitura, o que não é razoável", disse Haddad. "Independente disso, nossa intenção é recorrer da decisão, porque ela prejudica metade da cidade, que vai pagar menos IPTU do que este ano ou menos do que o acumulado da inflação em 2013", completou.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,mesmo-com-veto-da-justica-haddad-sanciona-aumento-do-iptu,1093782,0.htm


Lido 393 vezes   Comentários (0)
 
 
Maluf é condenado por desvios em obra e fica inelegível por cinco anos
Por Guilherme (C-10) - segunda, 04 de novembro de 2013, às 16:00:47
Categoria: Postagem Livre

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) foi condenado nesta segunda-feira (4) no Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar uma multa de R$ 42,3 milhões por desvios que ocorreram na construção do túnel Ayrton Senna.

O TJ determinou que Maluf não poderá disputar eleições nos próximos cinco anos. A decisão foi unânime --três desembargadores votaram contra Maluf--, mas ainda cabe recurso. A suspensão dos direitos políticos pelo período de cinco anos foi independente da legislação eleitoral. Com essa condenação, a Justiça Eleitoral ainda pode aplicar a Maluf a pena prevista pela Lei da Ficha Limpa, de oito anos sem direitos políticos.

A multa terá de ser paga solidariamente por Maluf, Reynaldo de Barros --que era presidente da Emurb na época-- Constran e CBPO. Três funcionários da Emurb também foram condenados. Eles terão de pagar multa de R$ 21 milhões mais 10% de multa.

A Lei da Ficha Limpa estabelece que políticos condenados por um colegiado em razão de crimes contra a administração pública ficam excluídos de disputas eleitorais.

A desembargadora Teresa Ramos Marques considerou que Maluf foi responsável pelo superfaturamento da obra, inaugurada em 1995. Segundo o voto dela, não há dúvidas de que Maluf acompanhou a construção do túnel e autorizou a suplementação de verbas.

"Constitui prova de que Paulo Maluf colaborou para a execução da fraude a nomeação de Reynaldo de Barros para a Presidência da Emurb e, cumulativamente, para a Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas", disse a desembargadora em seu voto.

"É óbvio que Maluf sabia sobre os valores superfaturados. O túnel Ayrton Senna era a obra mais importante da administração dele", disse o promotor Roberto Livianu, que sustentou o voto da acusação.

fonte:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/11/1366534-maluf-vira-ficha-suja-com-condenacao-por-desvios-na-construcao-do-tunel-ayrton-senna.shtml


Lido 395 vezes   Comentários (0)
 
 
Atirador deixa um morto no aeroporto de Los Angeles
Por Giovana (C-7) - sábado, 02 de novembro de 2013, às 11:07:39
Categoria: Postagem Livre

A polícia americana afirmou que o suspeito entrou com um fuzil de assalto e abriu fogo dentro do terminal. Outras sete pessoas ficaram feridas.

Um homem fez vários disparos com um fuzil de assalto nesta sexta-feira no aeroporto de Los Angeles, deixando uma pessoa morta e outras sete feridas. Segundo a polícia, o suspeito foi identificado como um residente de Nova Jersey chamado Paul Ciancia, de 23 anos. A motivação do ataque ainda está sendo investigada. O atirador acabou ferido pelas autoridades e foi levado sob custódia. A vítima fatal é um funcionário da Transportation Security Administration(Administração de Segurança dos Transportes, ou TSA), agência responsável pela segurança dos aeroportos nos EUA, informou o jornal The New York Times. O ataque também provocou o cancelamento de pousos e decolagens e a evacuação do aeroporto. 

A polícia não confirmou a versão, mas a imprensa americana especula que o atirador era um segurança da TSA. O Los Angeles Times e outros veículos de comunicação locais chegaram a afirmar que o atirador foi morto durante o tiroteio, uma alegação que também não foi confirmada oficialmente. A polícia se limitou a comentar que os seguranças trocaram tiros com o atirador no terminal do aeroporto.

Segundo o chefe de polícia do aeroporto, Patrick Gannon, o incidente começou às 9h20 local (14h20 no horário de Brasília), quando o atirador retirou o fuzil de uma bolsa e começou a disparar no aeroporto. Após uma troca de tiros, seguranças conseguiram abatê-lo. 

O aeroporto, identificado pelo código LAX, informou o incidente via mídias sociais. Passageiros tiveram de ser evacuados do terminal 3, onde ocorreu o incidente. Fotos tiradas no local e publicadas no microblog Twitter mostraram um fuzil de assalto abandonado no chão do terminal. 

O passageiro Robert Perez falou à TV CBS que agentes da segurança passaram correndo e gritando pelo terminal. “Eu escutei tiros e muitas pessoas se atiraram no chão”, disse Perez. Imagens de CNN mostraram, ao menos, uma pessoa sendo carregada para dentro de uma das ambulâncias que foram para o aeroporto.

O aeroporto de Los Angeles é um dos maiores dos EUA e uma importante conexão entre voos da América em direção à Ásia. Após o tráfego aéreo no aeroporto ter sido suspenso, os aviões começaram a se movimentar pela pista por volta de 12h00 no horário local (17h00 no horário de Brasília).


FONTE : 

http://veja.abril.com.br/not...de-los-angeles
Lido 395 vezes   Comentários (0)
 
 
Ações da OGX saem do Ibovespa com queda de mais de 23%
Por Guilherme (C-10) - quinta, 31 de outubro de 2013, às 18:08:34
Categoria: Postagem Livre

As ações da OGX fecharam o leilão especial para serem retiradas do Ibovespa, o principal índice de ações da Bovespa, com queda de 23,52%, valendo R$ 0,13, informou a bolsa nesta quinta-feira (31). Após o pedido de recuperação judicial feito pela empresa, as ações deixarão de fazer parte do cálculo do índice a partir de sexta.

A negociação dos papéis também ficou suspensa por uma hora no início do pregão, mas continuará a ser realizada normalmente.

Por conta do leilão, o preço das ações foi definido antes do fechamento da bolsa, segundo a assessoria da BM&F Bovespa.

O leilão, que ocorreu a partir das 16h, foi feito para determinar o preço de saída das ações da petroleira de Eike Batista do Ibovespa. O peso teórico da OGX na carteira do Ibovespa, que era de 2,28% nesta quinta, será redistribuído proporcionalmente entre as outras ações do índice, sem a entrada de novas ações no Ibovespa.

Retirada das certeiras
Segundo comunicado da bolsa, a ação "OGXP3 será excluída das carteiras teóricas após o encerramento do pregão regular de 31/10/2013 ao preço determinado pelo procedimento especial de negociação, sendo sua participação distribuída proporcionalmente aos demais integrantes da carteira".

A negociação é uma forma de ajustar o valor da ação e rebalancear o Ibovespa. A saída das ações da OGX, no entanto, vai atingir também os fundos indexados ao Ibovespa e outros índices da bolsa: IBRA, IGC, IGCT, IGNM, ITAG, SMLL e ICO2.

A ação também será excluída do IBRX 100, sendo substituída pela V-AGRO; e do IBRX 50, sendo substituída pela KROTON ON, ambos com ajustes.


fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/10/acoes-da-ogx-saem-do-ibovespa-com-queda-de-mais-de-23.html


Lido 396 vezes   Comentários (0)
 
 
  Próxima Página >>