Blog: Salve_jorge
Você está vendo a Turma 2013 - Ver outros anos

Salve_jorge Blog: Salve_jorge
Andressa (C-2), Giovanna (C-9)
Nicolle (C-22), Rafael (C-26)

Situação caótica do transporte publico brasileiro
Por Salve_jorge - quarta, 06 de novembro de 2013, às 20:50:58
Categoria: Postagem Obrigatória

Até quando cidadãos brasileiros terão que se sujeitar a essa situação?
Lido 398 vezes   Comentários (0)
 
 
Petrobras quer reajustes automáticos e periódicos no preço dos combustíveis
Por Andressa (C-2) - segunda, 28 de outubro de 2013, às 22:23:22
Categoria: Postagem Livre

A Petrobras (PETR3 e PETR4) submeteu ao seu Conselho de Administração uma nova política de preços, que prevê reajustes automáticos e periódicos de combustíveis, conforme a necessidade de alinhamento com os valores praticados no mercado internacional.

A metodologia está sob análise do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e demais membros do conselho da estatal, e deverá ser aprovada ou rejeitada até 22 de novembro, quando está prevista a próxima reunião dos conselheiros.

Atualmente, a estatal importa combustível mais caro do que vende, o que tem causado um rombo em suas contas. Um aumento no preço da gasolina e do diesel vem sendo discutido com o governo, mas ainda não há previsão de quando irá ocorrer.

Se for aprovada, a metodologia permitirá reajustes automáticos conforme as periodicidade determinada pela nova fórmula e a variação de preços de petróleo e derivados no mercado internacional. Os reajustes, dessa forma, não vão demandar aprovação de diretoria para serem realizados, disse a Petrobras.

Na semana passada, após o leilão do pré-sal, a presidente da Petrobras, Graça Foster, disse que a estatal tem recursos em caixa para pagar a sua parte no bônus de assinatura da reserva de Libra sem a necessidade de reajuste de combustíveis e sem aporte do Tesouro.

Plano de investimentos depende dessa mudança

Desta nova metodologia dependerão os robustos investimentos da Petrobras ao longo dos próximos anos, sinalizou nesta segunda-feira o diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa, ao afirmar que a política solicitada ao governo (sócio controlador da Petrobras) permitirá a implementação do plano de negócios da estatal.

"O que estamos prevendo é que a nova política contemple a nossa previsibilidade e permita a implantação do plano de negócios que temos", afirmou Barbassa, referindo-se aos investimentos de US$ 236,7 bilhões previstos de 2013 a 2017.

A atual política de preços da Petrobras, com reajustes esporádicos, que não acompanham valores

"Temos uma política de preços amplamente conhecida que funcionou por muito tempo... entretanto, ultrapassamos agora os limites que nos auto-impusemos e tendo em vista o programa de investimentos achamos por bem a adequação à realidade e a redução da alavancagem", afirmou o executivo, durante teleconferência para analistas.

Lucro da Petrobras tem queda de 39% no 3º trimestre

A Petrobras (PETR3 e PETR4) anunciou nesta sexta-feira (25) lucro líquido de R$ 3,395 bilhões, queda de 39,02% em relação ao mesmo período do ano passado (quando teve lucro de R$ 5,567 bilhões).

A empresa viu também o lucro diminuir 45,25% em relação ao 2º trimestre, quando anunciou ganhos de R$ 6,201 bilhões.

O resultado veio bem abaixo da expectativa do mercado, que era de R$ 5,84 bilhões.

fonte:: Petrobras quer reajustes automáticos e periódicos no preço dos combustíveis - noticias - UOL Economia


Lido 400 vezes   Comentários (0)
 
 
Produção de petróleo no Brasil sobe 1,9% em agosto, aponta ANP
Por Giovanna (C-9) - terça, 01 de outubro de 2013, às 20:43:42
Categoria: Postagem Livre

Produção de petróleo no Brasil sobe 1,9% em agosto, aponta ANP

A produção de petróleo no Brasil em agosto subiu 0,3% ante agosto do ano passado e avançou 1,9% em comparação com julho desse ano, atingindo 2,011 milhões de barris por dia (bbl/d). A informação foi divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que anunciou seu boletim de produção nesta terça-feira.

A agência informou ainda que a produção de gás natural em agosto ficou em torno de 77 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), o que representou um crescimento de 7,9% frente ao mesmo mês em 2012; e uma redução de 1,9% em relação a julho desse ano.

Com isso, a produção total de petróleo e gás do país foi de 2,495 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) em agosto. Nesse mês, 313 concessões, operadas por 26 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 79 são concessões marítimas e 234 terrestres.

A ANP detalhou ainda que a produção do pré-sal foi de 302 mil barris por dia (bbl/d) de petróleo; e 10,1 milhões de metros cúbicos ao dia (m³/d) de gás natural, totalizando 365,6 mil de barris de óleo de equivalente boe/d - um aumento de 1,9% em relação julho desse ano.

Ainda segundo a agência, Marlim Sul, na Bacia de Campos (RJ), foi o campo com maior produção de petróleo, uma média de 291,4 mil bbl/d. Manati, na Bacia de Camamu, registrou foi o maior volume de gás natural, com em média de 5,9 milhões de m³/d.

Aproximadamente 92,8% da produção de petróleo e gás natural foram provenientes de campos operados pela Petrobras e em torno de 91,4% da produção de petróleo e 73,5% da produção de gás natural do Brasil foram extraídos de campos marítimos, informou a ANP.

Ainda segundo a ANP, a produção procedente das bacias maduras terrestres (campos e testes de longa duração) das bacias do Espírito Santo, Potiguar, Recôncavo, Sergipe e Alagoas foi de 174,9 mil boe/d, sendo 142,8 mil bbl/d de petróleo e 5,1 milhões de m³/d de gás natural. Desse total, 4 mil boe/d foram produzidos por concessões não operadas pela Petrobras.

 fonte: http://economia.uol.com.br/noticias/valor-online/2013/10/01/producao-de-petroleo-no-brasil-sobe-19-em-agosto-aponta-anp.htm


Lido 413 vezes   Comentários (0)
 
 
Congresso não vai anular sessão que derrubou os vetos dos royalties do petróleo
Por Salve_jorge - sexta, 13 de setembro de 2013, às 23:16:39
Categoria: Postagem Obrigatória

A sessão do Congresso Nacional que derrubou os vetos presidenciais ao projeto de lei da distribuição dos royalties do petróleo não será anulada, mesmo com a fraude ocorrida na votação: a assinatura e o voto de um deputado que, naquele dia, estava no Rio de Janeiro.

A informação foi dada, há pouco, pela Secretaria-Geral da Mesa do Congresso. De acordo com a secretaria, a sessão está mantida, porque a fraude não foi na sessão do Congresso, como um todo, mas no voto do deputado Zoinho (PR-RJ). Um voto apenas não fará diferença no resultado da votação, em que os vetos foram derrubados por um grande número de parlamentares, ressaltou a secretaria.

Investigação da Polícia Legislativa da Câmara constatou a fraude na votação do dia 6 de março de 2013, em que foram derrubados os vetos presidenciais. Em nota distribuída por sua assessoria, o parlamentar informou que estava no Rio naquela data e que, portanto, não participou da sessão. "Apresentei meu cartão de embarque, que comprova que eu estava viajando. Confio no trabalho da Polícia Legislativa e espero que apurem e punam o responsável pela fraude. Sou o maior interessado em que tudo fique esclarecido e espero que seja o mais breve possível." 

De acordo com a Secretaria-Geral da Mesa da Câmara, no dia seguinte à votação, em ofício ao líder do PR, Anthony Garotinho (RJ), Zoinho comunicou que não tinha votado naquela sessão porque estava viajando. Garotinho encaminhou, então, ofício à Polícia Legislativa, em que anexou o comunicado de Zoinho, e pediu investigação. A Secretaria-Geral da Câmara verificou a assinatura e atestou que não era a do deputado.

Comentário: Seis meses depois, consta-se que o deputado Zoinho obteve a assinatura fraudada no Rio de Janeiro, durante a votação do dia 6 de março, para derrubar o vetos presidenciais à leis dos royalties. Porém, mesmo com essa confirmação,  apoiada pelas bancadas do RJ, ES e SP, a Secretaria-Geral da Mesa da Câmera afirma que o Congresso não anulará a sessão responsável por essa derrubada. Assim, conclui-se que a adoção de possíveis medias contra essa fraude, cabe apenas à Polícia Legislativa  de investigar o(s) autor(es) da falsificação e assim, puni-lo(s). 

FONTE: LINK: http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/09/13/congresso-nao-vai-anular-sessao-que-derrubou-os-vetos-dos-royalties-do-petroleo.htm


Lido 421 vezes   Comentários (0)
 
 
Síria adverte EUA: se atacarem o país, farão 'arder todo Oriente Médio'
Por Nicolle (C-22) - sábado, 24 de agosto de 2013, às 18:12:12
Categoria: Postagem Livre

O governo sírio advertiu os Estados Unidos que, se atacarem a Síria, farão "arder todo o Oriente Médio". A declaração foi feita pelo ministro de Informação do país, Omran Zubi, neste sábado (24), em entrevista ao canal de TV Al Mayadin, sediado em Beirute, segundo trechos divulgados pela TV estatal síria. 

Ele disse que, se os EUA decidirem usar um ataque militar contra o país árabe, "não será um piquenique para ninguém sob nenhuma circunstância, porque uma agressão teria graves repercussões e seria uma bola de fogo que faria arder todo o Oriente Médio".

O ministro disse, ainda, que o governo sírio "continuará seu combate contra o terrorismo até o final".Na mesma entrevista, o ministro rechaçou as acusações feitas pela oposição contra o governo do ditador Bashar al Assad. "Nunca usamos armas químicas na Síria, de qualquer forma, seja líquida ou gasosa", disse. 

Os rebeldes que lutam contra o governo de Assad acusam o regime pelos ataques com armas quími. O governo, por sua vez, disse neste sábado (24) que achou em um depósito dos rebeldes produtos químicos como os que foram usados nos ataques com gás de Damasco.

Neste sábado, a rede de TV síria Arab News Agency (Sana) divulgou imagens que, segundo o governo, mostram materiais usados por rebeldes para a fabricação de armas químicas. 

A diretora do Departamento de Assuntos de Desarmamento da Organização das Nações Unidas Angela Kane chegou à Síria neste sábado para pressionar peloacesso de inspetores da ONU a um local no qual teriam sido usadas armas químicas.

EUA estudam resposta

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reúne neste sábado com seus assessores de segurança nacional para discutir relatos de que o governo sírio usou armas químicas nesta semana em um ataque a um subúrbio de Damasco, disse uma autoridade da Casa Branca em comunicado 

Obama reluta em intervir na guerra civil que já dura dois anos e meio na Síria, que ele descreveu como um "complexo problema sectário". Mas, um ano atrás, ele disse que a utilização de armas químicas seria uma "linha vermelha" para os Estados Unidos. Agora, o presidente norte-americano está sob pressão para tomar medidas.

"Temos diversas opções disponíveis, e nós vamos agir de forma muito deliberada para tomar decisões consistentes com o nosso interesse nacional e com a nossa avaliação do que pode avançar em nossos objetivos na Síria", disse a autoridade da Casa Branca.

A Marinha dos EUA reposicionou um navio armado com mísseis de cruzeiro no Mediterrâneo, na sexta-feira. O secretário de Defesa Chuck Hagel disse que Obama pediu ao Pentágono opções sobre a Síria.

Fontes do serviço de segurança dos EUA e da Europa disseram na sexta-feira que as agências de inteligência fizeram uma avaliação preliminar de que armas químicas foram usadas pelas forças sírias no ataque perto de Damasco nesta semana.

Fonte - Link: http://noticias.uol.com.br/int...do-oriente-medio.htm


Lido 430 vezes   Comentários (0)
 
 
  Próxima Página >>