Blog: BN_blog
Você está vendo a Turma 2015 - Ver outros anos

Blog: BN_blog
Beatriz (D-3), Nathan (D-23)

Na Paulista, refugiados protestam contra assassinato de haitiano
Por Beatriz (D-3) - quarta, 04 de novembro de 2015, às 21:34:32
Categoria: Postagem Livre

Comentário:Percebe-se a insatisfação dos refugiados haitianos no Brasil em relação ao preconceito racial. Também remete à miscigenação e ao futuro, no qual esses haitianos estarão inseridos no povo brasileiro assim como, atualmente, aqueles imigrantes do século XIX. Reforça, portanto, a necessidade de não xenofobia, mas acolhimento e admiração.(http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/11/1701172-na-paulista-refugiados-protestam-contra-assassinato-de-haitiano.shtml)

Beatriz Bessa.
Lido 279 vezes   Comentários (0)
 
 
Monumento
Por BN_blog - quarta, 04 de novembro de 2015, às 20:57:18
Categoria: Postagem Obrigatória

Patrono da Marinha do Brasil: Marquês de Tamandaré. 
Sobre o monumento:"Joaquim Marques Lisboa, popularmente conhecido como Almirante Tamandaré (Rio Grande, 13 de dezembro de 1807 — Rio de Janeiro, 20 de março de 1897), herói nacional e patrono da Marinha de Guerra do Brasil." fonte: http://monumentos.art.br/monumento/almirante_joaquim_marques_lisboa_marques_de_tamandare
Lido 282 vezes   Comentários (0)
 
 
Dilma diz que se vive um clima de 'golpe democrático à paraguaia'
Por BN_blog - sexta, 09 de outubro de 2015, às 14:46:05
Categoria: Postagem Obrigatória
Na primeira reunião ministerial com sua nova equipe, a presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta (8) que está em curso no país um "golpe democrático à paraguaia", mas fez questão de destacar, logo em seguida, que o Brasil não é o Paraguai.

O comentário foi feito no encerramento da reunião, fechada à imprensa, realizada na semana em que o governo sofreu duas derrotas em tribunais que podem pôr em risco o segundo mandato de Dilma. Num gesto com os dedos, ela indicou que a expressão "golpe democrático", deveria ser entendida entre aspas, como uma ironia.

Nos últimos dias, o TCU (Tribunal de Contas da União) rejeitou as contas da presidente em 2014 e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) abriu investigação sobre supostas irregularidades na campanha presidencial de Dilma Rousseff.

Segundo relato feito à Folha por três ministros, ao finalizar a reunião ministerial, Dilma procurou demonstrar que não se abateu com as últimas derrotas e fez o comentário de que está em movimento no país um "golpe democrático" à paraguaia.

Em seguida, elevando o tom de sua fala final, a presidente afirmou: "Só que o Brasil não é o Paraguai, temos instituições fortes".

Em 2012, o então presidente paraguaio Fernando Lugo sofreu um processo de impeachment por "mau desempenho de suas funções" e foi substituído pelo vice Federico Franco, que estava rompido com ele.

Na época, países da América do Sul disseram que houve uma "ruptura da ordem democrática" no Paraguai e decidiram suspender o país temporariamente do Mercosul e da Unasul (União das Nações Sul-americanas). A proposta de suspensão partiu, inclusive, de Dilma.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/10/1692000-dilma-diz-que-pais-vive-um-clima-de-golpe-democratico-a-paraguaia.shtml

Comentário:
Dilma e seus aliados continuam insistindo na vitimização, dizendo que o processo seria um golpe. Vale lembrar à presidente que o impeachment é descrito na Constituição, portanto, no caso de sua deposição, isso será legal, feito com base na jurisdição brasileira. Desse modo, qualquer alegação de golpe é infundada.

Nathan Pratta Teodosio


Lido 292 vezes   Comentários (0)
 
 
Alimentos têm resíduo de agrotóxico acima do permitido no País, diz Anvisa
Por Beatriz (D-3) - domingo, 04 de outubro de 2015, às 18:02:29
Categoria: Postagem Livre

A pesquisa estabelece dois tipos de irregularidades, uma quando a amostra contém agrotóxico acima do Limite Máximo de Resíduo (LMR) permitido e outra quando a amostra apresenta resíduos de agrotóxicos não autorizados para o alimento pesquisado. Das amostras insatisfatórias, cerca de 30% se referem a agrotóxicos que estão sendo reavaliados pela Anvisa.De acordo com a Anvisa, pelo menos dois agrotóxicos que nunca foram registrados no Brasil foram detectados nas amostras: o azaconazol e o tebufempirade. "Isto sugere que os produtos podem ter entrado no Brasil por contrabando", diz a agência.O alimento campeão de irregularidades é o pimentão. Das 213 amostras analisadas em 2011, 89% apresentaram violações.Após a divulgação do relatório, a Anvisa pretende criar o Grupo de Trabalho de Rastreabilidade, com o objetivo de elaborar uma proposta de normatização para disciplinar a rotulagem e a rastreabilidade de produtos vegetais in natura, "dispostos para o consumo humano, em toda a cadeia de distribuição e comercialização".Apesar de fazer a ressalva de que ainda não teve acesso ao relatório da Anvisa, Daher diz que os resultados comprovam que "o agricultor utiliza esta tecnologia com muito critério". "O agricultor sabe muito bem o custo da adoção de tecnologias em sua lavoura, por isso, não utiliza de forma inadequada os insumos que melhoram sua produtividade - sementes, máquinas, fertilizantes e defensivos agrícolas, entre outros", conclui. _____________Texto fala sobre a grande porcentagem de alimentos com uso inadequado de agrotóxicos, ressalta o principal alimento, e ainda fala de projetos da anvisa de rastreamento e do cuidado de agricultores. - fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/alimentos-tem-residuo-de-agrotoxico-acima-do-permitido-no-pais-diz-anvisa,ada729cfd3002410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html
Beatriz Bessa.
Lido 293 vezes   Comentários (0)
 
 
Sírios no Brasil podem se tornar alvo de redes de exploração de trabalho, alerta ONG
Por BN_blog - domingo, 04 de outubro de 2015, às 17:49:33
Categoria: Postagem Obrigatória

Na busca desesperada pela sobrevivência nas cidades brasileiras, os sírios que chegam ao Brasil podem ser alvos fáceis para redes de exploração de trabalho escravo. A advertência é do diretor-executivo da organização ActionAid Internacional, Adriano Campolina, nas Nações Unidas.(…)"Um refugiado ou um imigrante é mais vulnerável à superexploração", afirma. "É preciso construir e reforçar uma política em relação aos refugiados e imigrantes que seja mais integrada e baseada em direitos humanos e num acolhimento solidário".Campolina acredita que o Brasil é um dos principais destinos para solicitação de refúgio de sírios por ser percebido como um "país de muitas oportunidades", além de não ter envolvimento em guerras ou conflitos armados étnico-religiosos.Mas lembra que a mesma reação de pânico vista na Europa ante a massa de sírios que chegam diariamente também ocorreu no Brasil quando haitianos começaram a cruzar as fronteiras.Existe uma necessidade de compreender (a chegada dos imigrantes), recebê-los e tratá-los bem. Um refugiado ou um imigrante é mais vulnerável à superexploração, pois não sabe seus direitos, tem problemas de língua e pode sofrer preconceitos até raciais.E, no desespero de busca pela sobrevivência, essas pessoas podem acabar entrando em redes que exploram. Há o risco de os sírios se tornarem uma mão de obra para trabalhos forçados.O governo adotou uma medida importante de facilitar o visto e prorrogar o prazo. É muito positivo, pois simplificará o processo de concessão. Ao mesmo tempo, a sociedade brasileira vai ter que ter uma conversa mais séria sobre qual é o papel do Brasil em relação aos refugiados.Deveríamos como país receber esses imigrantes de braços abertos e com todos os direitos que o Estado brasileiro provê. O país não enfrenta uma enxurrada (de pedidos de refúgio), é uma proporção pequena e fará bem ao Brasil do ponto de vista geopolítico, para um país que ambiciona um papel internacional cada vez maior.Poder vem com responsabilidade. Se o Brasil quer um poder maior nas relações internacionais tem que ter mais responsabilidade em questões como a migração de refugiados. Se conseguir construir e reforçar uma capacidade de resposta que demonstre compromisso com direitos humanos e um compromisso moral, vai fortalecer a sua liderança. -fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150929_sirios_exploracao_trabalho_fo_cc
-------O texto fala das condições dos imigrantes no Brasil, e ainda fala os motivos disso, a posição do governo e dos brasileiros e  se o país está preparado para essa recepção.
Beatriz Bessa. 
Lido 293 vezes   Comentários (0)
 
 
  Próxima Página >>